Entender, querer e fazer!

11 de abril de 2023
453 Visualizações

Palavra do Presidente

 

A inflação alta, juros elevados e políticas públicas equivocadas são problemas que afetam diretamente a economia de um país, gerando impactos negativos de grande monta, desde o poder de compra das pessoas até o desenvolvimento econômico como um todo.

 

A inflação alta é um fenômeno caracterizado pelo aumento persistente e generalizado dos preços dos produtos e serviços em um determinado período de tempo. Este fenômeno é prejudicial para a economia, pois afeta diretamente o poder de compra das pessoas, corroendo salários e renda familiar, reduzindo sua capacidade de consumo e, conseqüentemente, diminuindo a demanda por produtos e serviços.

 

Além disto, a inflação alta ocasionará aumento da taxa de juros, que é uma medida amarga utilizada pelo Banco Central para tentar controlar a inflação. Quando a taxa de juros sobe, os empréstimos ficam mais caros e conseqüentemente, a atividade econômica é desestimulada, pois as empresas e as pessoas tendem a gastar menos.

 

Outro fator que contribui para a inflação alta é a adoção de políticas públicas equivocadas. Quando o governo gasta mais do que arrecada, ocorre um aumento da demanda por produtos e serviços, por conseqüência reflete em aumento dos preços.

 

Se o governo adota políticas que interferem no funcionamento do mercado, como a fixação de preços, aumento ou criação de alíquotas ou taxas tributárias, gera distorções na economia, prejudicando a oferta e a demanda de produtos e serviços.

 

Por sua vez, os juros altos afetam negativamente a economia de um país de varias formas. Quando os juros estão elevados, as empresas tendem a investir menos, pois o custo dos empréstimos é maior. E as garantias exigidas, inibem a contratação.

 

A tendência é das pessoas pouparem mais, razão dos rendimentos dos investimentos financeiros serem maiores, o que diminui a demanda por produtos e serviços.

 

Outro impacto negativo dos juros altos é que eles afetam o setor imobiliário, tornando o financiamento da compra de imóveis mais caro e, conseqüentemente, diminuindo a demanda por esse tipo de investimento. Além disso, os juros altos afetam negativamente as exportações, tornando os produtos brasileiros menos competitivos no mercado internacional.

 

Em resumo, a inflação alta, juros elevados e políticas públicas equivocadas afetam negativamente a economia de um país, reduzindo o poder de compra das pessoas, diminuindo a atividade econômica, prejudicando o desenvolvimento do país.

 

Pois bem, entendido está. Então, para combater estes problemas, basta querer e fazer uso dá simplicidade. O governo precisa adotar políticas econômicas responsáveis, que visem ao controle da inflação, à estabilidade da taxa de juros e estímulo ao crescimento econômico.

 

Vitor Augusto Koch

Presidente da FCDL-RS

 

Últimos Posts

Redes Sociais