Uma nova forma de ver o crediário

8 de setembro de 2021
102 Visualizações

Antes de falar sobre a nova forma de ver o crediário precisamos saber o porquê da mudança.

Nos últimos anos, observamos um enfraquecimento do Birô de Crédito que utilizávamos. As informações estavam lá inseridas, entretanto apenas os pequenos lojistas acabavam consultando. Nenhuma grande rede do varejo gaúcho utilizava as informações para liberar o crediário ao consumidor, assim como nenhum banco consultava a nossa base também.

Desta maneira, a “pressão” para que os devedores fizessem os pagamentos em atraso perdia muita força e não era incomum ouvir dos devedores a frase “daqui cinco anos estou com o nome limpo”, referindo-se nesse caso ao cancelamento automático da negativação, mesmo sabendo que a dívida continuaria em aberto junto a loja.

Aliado a isso e ao término do contrato que havia sido firmado em 2011 a FCDL-RS buscou uma nova forma de análise de crédito para oferecer aos associados da Federação.

Após ouvir as propostas dos birôs, visitamos os associados da CDL que tem o maior número de consultas mensais, representando mais de 80% do consumo por informações. Nestas visitas foram apresentadas as principais diferenças e o motivo pelo qual estaríamos analisando a troca. A possibilidade de trocar de Birô de Crédito foi muito bem aceita por todos.

O novo birô de crédito, a QUOD, é de propriedade dos cinco maiores bancos brasileiros: Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Bradesco, Santander e Itaú. Juntos estes bancos detém mais de 81% das operações de crédito no Brasil.

As negativações que temos atualmente serão tombadas, termo utilizado na operação de mudança, para a nova plataforma garantindo assim que nenhum registro de inadimplente seja perdido.

Os registros dos atuais devedores serão visualizados pelos bancos e impedirão contratações de créditos, financiamentos e outras operações, fortalecendo a possibilidade de recebimento das contas em atraso.

Sairemos do antigo modelo de concessão de crediário apenas pelo CONSTA ou NADA CONSTA que utilizamos hoje, onde ao pagar sua conta o consumidor fica liberado para contrair crediário, para uma fase onde prevalece a inteligência na concessão do crédito.

Em nossa nova base, além dessa informação, teremos acréscimos fundamentais, como o histórico de como o consumidor se comporta normalmente, se ele é pontual nos pagamentos ou se atrasa, informação que hoje temos apenas interna, dos nossos clientes.

Além disso, a parceria FCDL-RS e Quod vai baratear muito o custo de realização da análise de crédito, com uma consulta completa, utilizada por grandes bancos e empresas de vários setores, tendo um quinto do preço que é pago atualmente.

Nos próximos dias todos serão contatados para receberem informações e treinamento para a utilização da nova plataforma de consulta, que será bem mais simples que a atual. Somente após realizado o contato é que serão tombados os dados e a nova plataforma entrará em uso mediante a autorização. Tudo acontecerá dentro do mês de Setembro.

Agradecemos mais uma vez a todos os associados pelo apoio ao trabalho que temos realizado à frente da FCDL -RS. Nestes tempos difíceis, e inéditos para todos, não temos nos furtado de trabalhar buscando o melhor para o nosso comércio.

A Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul não para no tempo. Segue, dia após dia, se renovando, se reinventando, para seguir sua jornada em favor do associativismo, da verdadeira representação dos varejistas gaúchos.  Esse é o seu propósito e o seu firme ideal.

 

Atenciosamente,

Diretoria FCDL – RS

Últimos Posts

Cadastro Positivo aperfeiçoa a análise de crédito

Cadastro Positivo aperfeiçoa a análise de crédito

Maior segurança, crédito mais barato e menos inadimplência são algumas das vantagens oferecidas pela parceria FCDL-RS e Quod   Os birôs de crédito brasileiros sempre realizaram análises apenas baseado em informações de inadimplência. Agora, a boa notícia é que...

FCDL-RS demonstra preocupação com aumento da Selic

FCDL-RS demonstra preocupação com aumento da Selic

Presidente Vitor Augusto Koch ressalta que a elevação dos juros básicos pode frear a retomada da atividade econômica   A elevação dos juros básicos da economia em 1 ponto percentual, anunciada pelo Copom na quarta-feira (22/09), preocupa o presidente da Federação...

Redes Sociais