FCDL-RS: uma trajetória de lutas e conquistas para o varejo gaúcho

8 de julho de 2021
139 Visualizações

Federação celebra seus 49 anos de história neste 8 de julho

 

Neste 8 de julho, a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul – FCDL-RS completa 49 anos de história em favor do associativismo e na defesa dos interesses dos lojistas gaúchos. São 49 anos de comprometimento com o varejo, com a geração de emprego e renda, com o desenvolvimento e avanços.

 

Inúmeras ações em favor dos lojistas destacam-se nesta trajetória. Em 2006, a FCDL-RS teve papel fundamental na regulamentação do Simples Gaúcho, modalidade de tributação instituída pelo então governador Germano Rigotto, que ampliou a faixa de isenção de ICMS e alterou alíquotas em relação ao faturamento das microempresas, beneficiando mais de 300 mil MPEs no estado. Em 2007 a FCDL-RS foi fundadora do Comitê Estadual de Combate à Pirataria, para evitar que o comércio ilegal traga prejuízos aos comerciantes formalmente estabelecidos e aos consumidores.

 

Em 2008, outra grande conquista da FCDL-RS. A sanção, de parte da então governadora Yeda Crusius, da lei que viabilizava para empresas com faturamento anual de até R$ 240 mil a isenção do ICMS, beneficiando mais de 220 mil pequenois negócios. Como reconhecimento a este trabalho decisivo, o presidente da Federação, Vitor Augusto Koch, representou as entidades empresariais do RS no ato de sanção.

 

Outra luta liderada pela FCDL-RS foi a regulamentação das feiras itinerantes, em 2010, através de Emenda Constitucional promulgada pela Assembleia Legislativa gaúcha em março daquele ano, criando mecanismos de proteção ao comércio estabelecido em cada município.

 

O ano de 2011 marcou a presença da FCDL-RS a frente do Conselho Deliberativo do SEBRAE/RS, com a eleição de seu presidente, Vitor Augusto Koch, para exercer a presidência da entidade de apoio aos pequenos negócios durante quatro anos. Nova vitória foi celebrada em 2013, com participação decisiva da FCDL-RS no programa Em Dia, lançado pelo então governador Tarso Genro, que permitiu a regularização de débitos fiscais vencidos até 31 de julho daquele ano com descontos e benefícios para que milhares de empresas pudessem quitar seus débitos. Contemplava o parcelamento de dívidas do ICMS em dez anos, sem juros, correção monetária e multa para todos os devedores do tributo.

 

Em 2020 e 2021, a FCDL-RS é a voz forte do setor empresarial gaúcho contra as restrições que causaram imensos prejuízos para os lojistas gaúchos no período de pandemia da Covid-19, defendendo o direito ao trabalho.

 

A FCDL-RS trabalha, também, pelo bem-estar de todos os gaúchos, oferecendo opções nas áreas da saúde, em parceria com o CCG Saúde, e com uma das maiores empresas mundiais de telemedicina, a ShareCare.  Na educação, atua em conjunto com a Inove Cursos Online, uma das maiores plataformas de EAD do país, pela disseminação de cursos online que abrangem diversas áreas do conhecimento. Ainda investe no desenvolvimento da cultura da Qualidade, através do Programa QComércio, o maior e melhor programa empresarial do Brasil de gestão pela qualidade.

 

Olhando forte para o futuro, a FCDL-RS trabalha na construção de um novo planejamento estratégico, em parceria com a Key Jump, empresa especializada em inteligência, estratégia e branding.

 

– Queremos estar cada vez mais conectados com os novos tempos, utilizando conceitos e visões inovadoras que o mercado disponibiliza. Conhecimento, qualidade, visão estratégica, sustentabilidade financeira das CDLs afiliadas, inovação, senso coletivo e um associativismo forte são as premissas deste novo posicionamento da Federação para os próximos anos – ressalta o presidente da FCDL-RS, Vitor Augusto Koch.

 

O presidente da FCDL-RS salienta que o futuro do varejo mostra que as lojas físicas, diversas vezes apontadas como a beira da extinção por causa do comércio online, voltarão a ser exaltadas como o grande ponto de experiências entre marcas e consumidores no mundo pós-pandemia.

 

– O novo consumidor que vai emergir deste momento e se direcionar para as lojas físicas, vai querer um atendimento personalizado e soluções customizadas, afastando o sentimento de massificação. O comércio físico e o digital terão uma interação muito maior daqui para frente – enfatiza Vitor Augusto Koch.

 

Esta é a história da FCDL-RS. Trabalhar forte pela facilitação da atividade varejista, pelo estímulo a geração de emprego e renda e pelo aumento do poder de consumo da população. Pés no chão, olhos no futuro e espírito de parceria!

 

Últimos Posts

26 de julho – Dia dos Avós

26 de julho – Dia dos Avós

Amor que conforta! Sorriso que acalma. Carinho que fortalece nossos corações. Nossos avós nos transmitem tudo isso, sempre com alegria e felicidade. Feliz Dia dos Avós!

FCDL-RS projeta indicadores positivos de vendas no Dia dos Avós

FCDL-RS projeta indicadores positivos de vendas no Dia dos Avós

Data comemorativa ganha força no calendário comercial devido ao seu grande apelo sentimental   Data comemorativa que vem ganhando espaço no comércio o Dia dos Avós, celebrado em 26 de julho, se apresenta como mais uma oportunidade do varejo gaúcho reaquecer suas...

Redes Sociais