Economia gaúcha terá maior competitividade a partir da extinção da DIFAL

1 de abril de 2021
912 Visualizações

Anúncio foi feito pelo governador Eduardo Leite em reunião com entidades empresariais gaúchas

 

A FCDL-RS, representada pelo 2o diretor financeiro e prefeito municipal de Arroio do Sal, Affonso Flávio Angst, participou, no final da tarde de quinta-feira (1o/04) da reunião promovida pelo Governo do Estado sobre o Marco de Extinção da Difal e Redução da Alíquota Interna.

 

No encontro virtual, o governador Eduardo Leite destacou que a partir desta data entram em vigor no Rio Grande do Sul medidas que, em conjunto, reduzirão a carga tributária de empresas.

 

São elas o fim da Diferencial de Alíquotas (Difal), a redução da carga das compras internas, que em 2020 era de 18% e agora cai para 12%, e a revisão do Simples Gaúcho.

 

A extinção da Difal, chamada de “imposto de fronteira” é uma luta de muitos anos das empresas e entidades empresariais gaúchas, na qual a FCDL-RS teve participação efetiva. A Receita Estadual cobrará o Difal apenas quando um produto de outro Estado vier com alíquota efetiva inferior à do RS para o mesmo produto, como é o caso de importados.

 

Já s isenção de ICMS segue mantida para empresas que optaram pelo Simples Gaúcho que faturam até R$ 360 mil anuais.

 

O governador destacou que a implantação desse conjunto de medidas, vai gerar ganhos de competitividade para as empresas e para a economia gaúcha, sendo atendidos pleitos de décadas relacionadas ao ICMS e simplificando alíquotas e processos.

Últimos Posts

Redes Sociais