Como o Cadastro Positivo está revolucionando a forma de concessão de crédito no Brasil

13 de setembro de 2021
129 Visualizações

 

Afinal, por que o Cadastro Positivo é tão superior à negativação e como em tão pouco tempo ele está trazendo resultados expressivos para as empresas que o utilizam? 

 

O estabelecimento de uma nota de crédito (escore) para cada consumidor, definida de acordo com o pagamento de suas operações de crédito e de serviços continuados como luz, água e telefone, por exemplo, tem contribuído de forma significativa para tornar a análise de crédito mais justa e inclusiva.

 

Apesar de ser uma base de dados relativamente nova, o Cadastro Positivo já tem muito mais registros que a negativação, porque todos os brasileiros(adimplentes e inadimplentes) fazem parte dele. Enquanto a negativação tem cerca de 62 milhões de registros, o Cadastro Positivo tem mais de 107 milhões, mais de 72% maior que o modelo antigo.

 

Outro ponto muito importante é que o Cadastro Positivo é homogêneo. Ele traz dados regulares e harmonizados entre as instituições financeiras. Isso quer dizer que todas as fontes de dados enviam com a mesma frequência e com os mesmos parâmetros.

 

Já a negativação é heterogênea. Cada credor trata a negativação de acordo com sua estratégia de recuperação e com variações de frequência ou valor. Ou seja, quando um consumidor atrasa o pagamento de uma parcela de um financiamento, há credores que negativam apenas a parcela atrasada enquanto outros negativam o valor total da dívida. 

 

Além de ser homogêneo, o Cadastro Positivo traz dados de hábitos de pagamento independentemente de estes estarem em dia ou atrasados, o que coloca em perspectiva se os atrasos são frequentes ou pontuais.

 

Já a negativação é uma foto. Cada credor decide quando vai enviar os dados. Há casos também em que duas empresas do mesmo segmento de atuação têm prazos diferentes para negativar numa mesma linha de crédito.

 

Enquanto a empresa A pode ser mais intolerante a atrasos, enviando faturas com 31 dias de atraso direto para negativação, a empresa B pode prezar mais pelo relacionamento, enviando apenas faturas de 60 dias ou mais de atraso para negativação. Isso não acontece com o Cadastro Positivo porque ele é atualizado semanalmente, com dados de pagamento, estejam quitados ou não.

 

Por fim, o Cadastro Positivo tem um órgão regulador que supervisiona o sistema e controla os participantes. Isso faz com que as empresas que participam dele tenham níveis elevados de governança corporativa, de prestação de contas e segurança da informação.  

 

Tudo isso está à sua disposição no Rio Grande do Sul por meio da parceria entre a FCDL-RS e a Quod, uma das principais empresas de inteligência de dados do Brasil e uma das operadoras do Cadastro Positivo.

 

A parceria entre a FCDL-RS e a Quod estabelece uma fundamental conexão entre empresas e consumidores, utilizando todo o poder da análise de dados a fim de contribuir para o desenvolvimento da economia gaúcha e de colaborar para a tomada de decisão de negócios.

Últimos Posts

Cadastro Positivo aperfeiçoa a análise de crédito

Cadastro Positivo aperfeiçoa a análise de crédito

Maior segurança, crédito mais barato e menos inadimplência são algumas das vantagens oferecidas pela parceria FCDL-RS e Quod   Os birôs de crédito brasileiros sempre realizaram análises apenas baseado em informações de inadimplência. Agora, a boa notícia é que...

FCDL-RS demonstra preocupação com aumento da Selic

FCDL-RS demonstra preocupação com aumento da Selic

Presidente Vitor Augusto Koch ressalta que a elevação dos juros básicos pode frear a retomada da atividade econômica   A elevação dos juros básicos da economia em 1 ponto percentual, anunciada pelo Copom na quarta-feira (22/09), preocupa o presidente da Federação...

Redes Sociais