Agosto registra 8,63 milhões de consumidores inadimplentes na região Sul

29 de setembro de 2020
1269 Visualizações

Na comparação com igual período de 2019 houve redução de 2,1% no total de pessoas com alguma dívida em atraso

Apesar do cenário ruim que a economia brasileira vive, em função da pandemia da Covid-19, a região Sul do país registrou, em agosto de 2020, uma queda de 2,1% no total de consumidores negativados, na comparação com igual período do ano passado.

No oitavo mês de 2019 eram 8,82 milhões de pessoas com alguma conta em atraso, enquanto que em agosto passado esse total caiu para 8,63 milhões, o que corresponde a cerca de 38% da soma da população adulta do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.

Para o presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul – FCDL-RS, Vitor Augusto Koch, embora tenha acontecido essa pequena redução, o quadro segue refletindo, de forma preocupante, as dificuldades econômicas que o país enfrenta atualmente, o que reduziu a renda de milhões de famílias em todo o Brasil.

É possível que as pessoas que buscaram a quitação de débitos tenham feito isso utilizando parte dos recursos oriundos do auxílio emergencial e do saque emergencial do FGTS.

No que diz respeito ao número de dívidas em atraso em nome de pessoas físicas, houve recuo, na Região Sul de 4,8% na comparação com agosto de 2019. A média gira em torno de 2,2 dívidas em aberto por pessoa inadimplente.

O setor bancário concentra o maior percentual dos débitos a serem quitados, com 52% do total, vindo a seguir o Comércio, com 17% e Comunicações com 12%.

Últimos Posts

Projeto Recupera Muçum trabalha pelo reerguimento do município

Projeto Recupera Muçum trabalha pelo reerguimento do município

Integrante do Projeto Recupera Muçum, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) do município trabalha com força pela retomada das atividades do comércio local, tão impactado pelas cheias de 2023 e do último mês de maio. O presidente da entidade, Leonardo Bagnara, destaca...

Redes Sociais