A verdadeira representatividade dos lojistas do Rio Grande do Sul

14 de setembro de 2021
244 Visualizações

A Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul – FCDL-RS lamenta que os perdedores do legítimo e democrático pleito que elegeu, em novembro de 2017, com 80% dos votos, a sua atual diretoria, liderada pelo presidente Vitor Augusto Koch, continuem demonstrando que não assimilaram a derrota eleitoral.

 

E que não se resignaram com as dezenas de derrotas sofridas na esfera judicial ao longo dos últimos anos. Uma série de atos e ações que visavam a tomada do poder através da desconstrução de uma trajetória de representatividade e de defesa dos lojistas do Rio Grande do Sul chega ao seu ápice com a notícia da criação de uma nova FCDL-RS. A que ponto a ânsia pelo poder chegou. Criar uma nova entidade chamada FCDL-RS não é nem possível do ponto de vista legal, uma vez que esse nome é registrado pela verdadeira Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul.

 

Vejam que os constituintes desta organização que diz representar os lojistas gaúchos são uma CDL sonegadora, de Caxias do Sul, com uma dívida de mais de R$ 4 milhões para com a verdadeira FCDL-RS, a CNDL e o SPC Brasil, que dão suporte ao processo de desconstrução da verdadeira FCDL-RS, praticando uma série de ataques a trajetória profissional e pessoal do presidente Vitor Augusto Koch.

 

Utilizam as práticas mais imorais e antiéticas para cooptar pessoas e CDLs, dizendo defender os lojistas gaúchos, quando, na verdade, defendem seus interesses pessoais. Esta nova entidade que se diz representante dos lojistas do Rio Grande do Sul mostrará sua verdadeira face em pouco tempo, deixando desamparadas e enfraquecidas as CDLs que se associarem a este projeto.

 

Como o ex-presidente de uma entidade do porte da CDL Caxias do Sul, que sonegou mais de R$ 4 milhões de contribuição social, e que reúne plenas condições de quitar este débito, numa afronta a todas as demais CDLs que cumpriram rigorosamente com seus compromissos junto a Federação, surge agora como o paladino e o aglutinador das CDLs gaúchas?  Esqueceu que está demonstrado de forma clara e cristalina que a CDL Caxias do Sul deve contribuições sociais recolhidas a menor e sob número reduzido de associados? Este é o defensor das CDLs e dos lojistas?

 

Onde estavam os “líderes” que dizem defender os lojistas quando o comércio ficou fechado por mais de 200 dias entre março de 2020 e maio deste ano? O que fizeram para defender os interesses dos comerciantes e seus negócios?

 

Pois a FCDL-RS em momento algum deixou suas entidades afiliadas e os lojistas gaúchos sem amparo. O presidente Vitor Augusto Koch e a Federação foram vozes que gritaram forte na defesa do direito a liberdade da atividade comercial em todos os momentos no qual o comércio foi obrigado a fechar suas portas. As CDLs afiliadas receberam todo o suporte da FCDL-RS, que buscou amparar as necessidades mais urgentes das entidades.

 

Reiteramos que o respeito, a ética, a moral e a democracia  fazem parte da história da Federação e a tornaram uma entidade com representatividade e voz forte para defender os lojistas do Rio Grande do Sul.

 

A FCDL-RS segue firme e forte, tendo ao seu lado, inúmeras Câmaras de Dirigentes Lojistas e milhares de associados que acreditam e reconhecem o trabalho realizado desde julho de 1972. Tendo, também, como seu mais novo parceiro, a Quod, uma das principais empresas de inteligência de dados do Brasil e uma das gestoras do Cadastro Positivo.

 

A FCDL-RS firmou com a Quod uma parceria que quebra paradigmas para facilitar o acesso dos lojistas ao serviço de análise de crédito. Surge no Rio Grande do Sul um novo serviço que vai baratear o custo dos lojistas, permitindo uma consulta de crédito completíssima, com Score Positivo, indicadores e todas as informações do Cadastro Positivo por 1/5 do preço que eles pagam atualmente.

 

A Federação passa a contar com seu próprio banco de dados, através de plataforma própria, permitindo a ela criar produtos, formar preços e definir critérios de comercialização e territorialidade. São vantagens competitivas que não são oferecidas por empresas privadas de consulta ao crédito.

 

A FCDL-RS se foca em promover o associativismo de forma comprometida, buscando fortalecer o movimento lojista do Rio Grande do Sul. Defende o coletivo e não interesses pessoais. Os obstáculos que tentam atrapalhar o desenvolvimento do verdadeiro associativismo serão superados com a tenacidade, a determinação e vontade que são marcas registradas da Federação desde a sua fundação, em julho de 1972.

 

É desta forma que se trabalha pelos lojistas. Olhando para o futuro. Criando produtos e soluções inovadoras que promovam o desenvolvimento do comércio gaúcho. Com a seriedade e a competência que caracterizam a FCDL-RS há quase 50 anos.

 

Diretoria da FCDL-RS

 

 

 

 

Últimos Posts

Cadastro Positivo aperfeiçoa a análise de crédito

Cadastro Positivo aperfeiçoa a análise de crédito

Maior segurança, crédito mais barato e menos inadimplência são algumas das vantagens oferecidas pela parceria FCDL-RS e Quod   Os birôs de crédito brasileiros sempre realizaram análises apenas baseado em informações de inadimplência. Agora, a boa notícia é que...

FCDL-RS demonstra preocupação com aumento da Selic

FCDL-RS demonstra preocupação com aumento da Selic

Presidente Vitor Augusto Koch ressalta que a elevação dos juros básicos pode frear a retomada da atividade econômica   A elevação dos juros básicos da economia em 1 ponto percentual, anunciada pelo Copom na quarta-feira (22/09), preocupa o presidente da Federação...

Redes Sociais