Governador atende pleito do setor produtivo e mantém a cogestão com municípios

22 de fevereiro de 2021
222 Visualizações

Presidente da FCDL-RS, Vitor Augusto Koch, reforça o pedido para que lojistas e consumidores sigam, à risca, os protocolos determinados pelas autoridades para evitar a disseminação da Covid-19

 

O governador Eduardo Leite foi sensível ao apelo realizado pelo comércio, pelo setor produtivo e pelos prefeitos municipais e manteve o sistema de cogestão dentro do modelo de distanciamento controlado.

 

Desta forma, as regiões que estão classificadas com Bandeira Preta, poderão adotar protocolos da bandeira imediatamente anterior, ou seja, vermelha.

 

– Isso é um fato muito importante, na medida que permite o funcionamento do comércio considerado não essencial pelo governo estadual. A FCDL-RS tinha apelado ao governador que permitisse o exercício da atividade dos lojistas gaúchos, lembrando que o comércio não é o local onde acontece a disseminação da Covid-19. Além disso, um novo fechamento significaria a falência de milhares de empreendimentos no Rio Grande do Sul, além dos 9 mil que cerraram suas portas em definitivo ao longo de 2020 – ressalta o presidente da FCDL-RS, Vitor Augusto Koch.

 

O presidente reforça o pedido para que lojistas e consumidores sigam, com rigidez, os protocolos determinados pelas autoridades de saúde, como o uso obrigatório da máscara, a disponibilização de álcool em gel e o distanciamento físico dentro de cada estabelecimento, afim de que o comércio siga atuando, gerando emprego e renda.

 

– No contato que mantivemos com o governador, lembramos que as lojas que fecharam suas portas foram especialmente aquelas de sustento familiar, cujos ex-proprietários não possuem capital para recomeçar após a falência. E essa situação poderia se agravar, caso o nosso pedido não fosse atendido pelo Chefe do Executivo Estadual – conclui Vitor Augusto Koch.

 

Últimos Posts

CDL Acismax e prefeitura promovem a Campanha Nota Premiada 2021

CDL Acismax e prefeitura promovem a Campanha Nota Premiada 2021

Iniciativa busca valorizar o comércio de Maximiliano de Almeida e premiar a população local   A Prefeitura Municipal e a CDL Acisamax de Maximiliano de Almeida lançaram, no final do mês de março, a campanha Nota Premiada 2021. Com uma premiação de R$ 7 mil,...

Redes Sociais