FCDL-RS manifesta contrariedade em relação à provisória decisão judicial que suspende retomada da cogestão

20 de março de 2021
1153 Visualizações

A FCDL-RS manifesta sua contrariedade em relação à provisória decisão judicial que suspendeu o retorno da cogestão e as flexibilizações de protocolos da bandeira preta a partir da próxima segunda-feira (22/03).

Esta decisão acarreta mais prejuízos à já combalida economia do Rio Grande do Sul e projeta, para breve, o fechamento definitivo de centenas de empresas e a extinção de milhares de postos de trabalho no Estado.

Com total conhecimento técnico do atual estágio da pandemia no RS, o Governo do Estado foi sensível aos apelos do setor empresarial e permitiu a retomada do sistema de cogestão e das atividades econômicas. O comércio e demais setores produtivos, com muita responsabilidade, estão prontos para voltar a trabalhar, seguindo à risca os protocolos estabelecidos. Reforçamos que o comércio não é o polo disseminador da Covid-19.

Esperamos que o Governo preste os esclarecimentos solicitados com a maior urgência e que essa decisão perca seu efeito, a fim que possamos, a partir de segunda-feira, retomar nossas atividades, para gerar empregos, renda e riqueza social.

 

Vitor Augusto Koch

Presidente da FCDL-RS

Últimos Posts

Projeto Recupera Muçum trabalha pelo reerguimento do município

Projeto Recupera Muçum trabalha pelo reerguimento do município

Integrante do Projeto Recupera Muçum, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) do município trabalha com força pela retomada das atividades do comércio local, tão impactado pelas cheias de 2023 e do último mês de maio. O presidente da entidade, Leonardo Bagnara, destaca...

Redes Sociais