FCDL-RS encaminha proposta para tentar viabilizar o retorno das atividades econômicas no Rio Grande do Sul

9 de março de 2021
1106 Visualizações

Entidade busca sensibilizar o Governo do Estado para permitir que o comércio volte a trabalhar 

 

Ciente de que o comércio gaúcho não tem mais condições de ficar um longo período sem poder trabalhar a FCDL-RS e CDLs afiliadas encaminharam ao presidente da Assembleia Legislativa, deputado Gabriel Souza (MDB), uma proposta de protocolo que viabilize o funcionamento dos estabelecimentos mesmo com a bandeira preta no Rio Grande do Sul.

 

A proposta surgiu após reunião online entre lideranças empresariais gaúchas e o presidente da ALRS, realizada na segunda-feira (08/03), da qual o presidente da FCDL-RS, Vitor Augusto Koch, participou.

 

A ideia é entregar a proposta ao governador Eduardo Leite, buscando sensibilizar o Chefe do Executivo gaúcho sobre as grandes dificuldades que o setor produtivo do Rio Grande do Sul está enfrentando, com centenas de empresas fechando suas portas em definitivo e milhares de postos de trabalho sendo extintos.

 

A proposta busca viabilizar, especialmente, que as micro e pequenas empresas, as mais afetadas por não poderem exercer sua atividade, tenham condições de trabalhar.

 

Além disso, é proposto a obediência rígida dos protocolos de saúde estabelecidos pelas autoridades, sob pena de multa expressiva de acordo com o faturamento e até a cassação do alvará.

 

Ainda, a observação do distanciamento físico nas lojas, com espaço mínimo de 2m2 por pessoa ocupando a área de circulação do estabelecimento comercial, incluindo colaboradores e clientes. A proposta inclui, também, o controle rígido de entrada de clientes. Em caso de super lotação, o gestor da empresa fica obrigado a limitar a entrada de clientes, ou buscar apoio de forças policiais para não exceder os limites estabelecidos.

 

– São propostas que estamos tentando viabilizar junto ao Governo do Estado, contando com o apoio do presidente da ALRS, deputado Gabriel Souza. O comércio e todos os setores produtivos precisam retomar sua atividade, pois é somente desta forma que podem gerar emprego, renda e honrar seus compromissos – afirma o presidente da FCDL-RS, Vitor Augusto Koch.

 

Na reunião realizada na segunda-feira, o presidente da Assembleia Legislativa destacou que é solidário com a pauta dos empreendedores, que estão passando terríveis dificuldades com os seus negócios e se comprometeu a fazer uma interlocução com o Governo do Estado.

 

Últimos Posts

Redes Sociais