Comunicação

Segredos para lidar com o ser humano nas organizações

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Palestra em Sapiranga (RS) detalhou os melhores caminhos para valorização do ser humano nas empresas

A arte de lidar com as pessoas foi o tema da primeira edição do Café com Qualidade, promovido pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Sapiranga, na manhã desta terça-feira (25/04). O tema foi apresentado pela psicóloga Talita Aguiar, que iniciou o debate provocando os presentes a conhecerem quem faz parte da empresa, de forma verdadeira, não apenas saber os nomes de cada um. 

- Cada pessoa é um ser único no mundo. Os sentimentos são diferentes, mas o ser humano julga. É mais fácil olhar para o outro do que para mim. Projetamos nos outros o que é nosso. Por isso cuidem o que estão falando dos outros, porque em muitos casos estamos falando de nós mesmos - explicou. 

A palestrante também destacou a importância da rotina de feedback nas organizações. Este é um fator que está implícito no sucesso da empresa. Deve ser uma prática diária e traz altos índices de satisfação e baixo custo. 

- O ser humano é carente e gosta de ouvir um elogio. Porém é importante que quem vai dar o feedback esteja preparado para ouvir, porque nem sempre as coisas estão como esperadas. Muitas vezes até mesmo o ato de dizer "bom dia tudo bem?" pode ser seguido de um desabafo e nessa hora quem está do outro lado, precisa saber ouvir e se posicionar - completou Talita.

A abordagem também falou sobre a comunicação, considerado hoje o maior problema dentro das empresas. Trata-se de um instrumento de mão dupla, ou seja, tudo que uma pessoa fala volta de uma forma ou de outra. Ela liga o líder ao liderado pela via do contato pessoal e direto. Por isso, a recomendação é ouvir mais do que falar e saber o que falar. As vezes uma só palavra magoa o colaborador. Ao final, a psicóloga lembrou a diferença entre ouvir e escutar. 

- Quando ouvimos, há sentimento. O espectador está tentando entender e acompanhar o raciocínio. O problema é que muitas vezes o colaborador está só escutando, mas não ouvindo. Para funcionar bem vai depender muito do jeito de falar. Um dos segredos é como extravasamos o nosso stress? Esse lugar pode ser proporcionado dentro da empresa - finalizou Talita.

A estratégia pode estar presente nas empresas em mensagens positivas, vídeos motivacionais ou mesmo ações no dia a dia que provoquem os colaboradores a pensarem um pouco em como melhorar, não olhando apenas para números e metas. 

PlayPress Assessoria e Conteúdo

Telefone: (51) 3361 6016
WatsApp: (51) 8536 0690
Email: playpress@playpress.com.br
Site: www.playpress.com.br

R. Doutor Flores, 240 2°Andar - Centro Histórico | Porto Alegre - RS | CEP 90020-120 | (51) 3213.1777 | fcdl@fcdl-rs.com.br

© 2016 Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do RS. Todos os diretor reservados.

Procurar