Comunicação

FCDL-RS projeta incremento das vendas para o Dia das Mães

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Segunda data comemorativa mais importante do varejo no ano deve apresentar crescimento entre 7% e 8% na comercialização de produtos 

 

Segunda data comemorativa mais importante do varejo ao longo do ano, atrás apenas do Natal, o Dia das Mães, celebrado no próximo dia 12 de maio, deve representar um bom incremento para as vendas do comércio gaúcho. A perspectiva da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul – FCDL-RS é de um crescimento médio na comercialização de produtos destinados às mamães entre 7% e 8% na comparação com igual período de 2018.

 

A estimativa, segundo o presidente da FCDL-RS, Vitor Augusto Koch, leva em conta que o Dia das Mães possui um forte apelo emocional, fazendo com que os consumidores saiam às compras, o que será reforçado neste ano por um contexto de maior otimismo da população.

 

Tal percepção é confirmada pelos recentes resultados positivos no âmbito da atividade econômica gaúcha. Em fevereiro, as vendas do varejo ampliado (inclui veículos e material de construção) cresceram 9,5% diante do mesmo mês de 2018, enquanto a indústria estadual avançou 7,2% na mesma base comparativa. Somando-se a isto, a provável safra recorde de soja significará expansão de renda no Estado, parte da qual evidentemente se destinará à aceleração do consumo.

 

- De acordo com as perspectivas estudadas pela FCDL-RS, roupas, calçados, artigos de uso pessoal, móveis e eletrodomésticos serão os grupos de consumo mais procurados nesse período. A expectativa é que o ticket médio dos gaúchos com a compra dos presentes para as mães deva ficar em torno de R$ 212,00, cerca de 6% a mais que foi gasto em 2018 – ressalta Vitor Augusto Koch.

 

O presidente da FCDL-RS lembra que a modesta, mas importante, retomada do emprego gaúcho (saldo positivo de 16.808 vagas) no ano passado, também somará um novo grupo de consumidores incluídos na disposição de presentear as mães do Rio Grande do Sul.

 

Outro aspecto a ser levado em conta é que os consumidores devem optar pelo pagamento à vista de suas compras, evitando a geração de débitos futuros. Ainda assim, quem compra a crédito o faz, geralmente, em quatro prestações. Por isso, é importante que os lojistas trabalhem com promoções que priorizem vantagens ao pagamento à vista pelo consumidor. Outra alternativa é alavancar o crediário próprio das lojas, fugindo dos juros abusivos dos cartões de crédito e cheque especial. Também é fundamental que os lojistas consultem o SPC na hora de conceder o crédito para o consumidor.

 

- É importante lembrar que vitrines tematizadas e promoções especiais são atrativos que podem influenciar de forma decisiva na compra. O consumidor médio está mais conservador do que em anos anteriores, fazendo com que a escolha do presente se concentre mais no preço do que na marca – ressalta Vitor Augusto Koch.

 

O Dia das Mães é um fator fundamental para transformar maio no melhor mês de vendas varejistas no primeiro semestre do ano. No que se refere ao tipo de presentes, os maridos tendem a concentrar suas compras para as esposas mamães em artigos de vestuário, calçados e produtos de uso doméstico, enquanto os filhos normalmente optam por produtos de perfumaria e cosméticos.

 

 

R. Doutor Flores, 240 2°Andar - Centro Histórico | Porto Alegre - RS | CEP 90020-120 | (51) 3213.1777 | fcdl@fcdl-rs.com.br

© 2018 Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do RS. Todos os direitos reservados.

Procurar